"O maior apelo dos carros em miniatura é a possibilidade de possuirmos, de alguma forma, automóveis que a maioria das pessoas jamais poderá comprar. Quem nunca passou horas olhando para uma miniatura e imaginando como seria dirigir um daqueles no mundo real?

Some isso ao fato de modelos como Hot Wheels, Matchbox e similares custarem tão barato quanto uma lata de Coca-Cola, e você tem um belo hobby para aquela criança que vive em algum lugar da sua memória. Eu mesmo tenho alguns modelos em escala 1:43 e meia dúzia de 1:24, mas é uma coleção modesta, com 40 ou 50 carros. Alguns colecionadores, contudo, investem a fundo nisso, chegando a preencher paredes e até salas inteiras com suas coleções.

Mas nenhuma delas é como a coleção de Billy Karam. Este libanês de cinquenta e poucos anos tem mais de 30.000 miniaturas, das quais cerca de 9.000 são modelos Porsche, marca da qual Billy é fã. Ele conta que foram os esportivos de Stuttgart que o levaram a ser um colecionador. “Se não posso comprar o grande, então vou comprar 1.000 pequenos“, conta ele.


Esta, na verdade, é a segunda coleção dele. Quando Karam era jovem, sua casa foi destruída na Guerra Civil do Líbano e tudo o que sua família possuía foi roubado — incluindo sua coleção de carros em miniatura. Quando a guerra acabou e o país voltou a prosperar, ele decidiu refazer sua coleção. Ela cresceu tanto que acabou se tornando um museu, afinal, esta deve ser a única forma de guardar 30.000 modelos em escala e mais de 400 dioramas.


Esse número quase absurdo de carrinhos rendeu à coleção de Karam o título de maior coleção de carros de brinquedo do mundo, certificado pelo Guinness, o livro dos recordes. No começo desse ano, o site CoolHunting foi até o museu com suas câmeras para conversar com o colecionador, e o resultado é este vídeo incrível com detalhes do museu e vários depoimentos de Karam sobre suas duas paixões: as miniaturas e o automobilismo."
Fonte: Flat Out


0 comentários:

Postar um comentário

O que achou deste artigo? Deixe seu comentário abaixo. Dúvidas, críticas ou sugestões são bem vindas.

 
Topo da Página