Imagine um vilarejo, situado no meio de uma densa floresta, habitado por pouco mais de 1,7 mil habitantes e parado no tempo. Pois essa é a situação de uma cidadezinha na região central da Suécia, chamada Enviken, que decidiu se transformar na primeira - e talvez única? - cidade rockabilly do mundo. 



A ideia de, literalmente, “parar no tempo” surgiu em meados dos anos 80, quando o estilo rockabilly ressurgiu no mundo todo. Todos os habitantes da cidade - sim, eu disse TODOS - resolveram transformar suas vidas e passaram a incorporar os anos 1950 à cidade. O estilo tomou conta das ruas, praças, carros, roupas, cabelos e até da igreja.



Não se sabe ao certo como e por que essa decisão foi tomada. Segundo o site oficial da cidade, no início dos anos 1980 todos os habitantes compraram carros americanos fabricados nos anos 1950, grandes o suficiente para carregar vários passageiros - que iriam se divertir em cidades próximas, e aí o estilo se espalhou. Porém, outra versão conta que foi através da banda local Ryno Rockers, que começou a levar o rockabilly para outros lugares da Suécia e do mundo.



Mas o motivo não importa, o surpreendente é que a cidade vive imersa em brilhantina, tubaína e couro, e é possível ver um ‘quase Elvis’ apoiado em seus carros ou em jukebox espalhadas por bares e restaurantes. O vilarejo exala charme e graça e tem recebido muitos turistas amantes do vintage e do rockabilly de todas as partes do mundo. O melhor é que eles não se incomodam com a movimentação, pois adoram mostrar o estilo de vida que adotaram com tanto amor e que já passa da segunda para a terceira geração de cidadãos de Enviken. 



Rafaela Pietra

0 comentários:

Postar um comentário

O que achou deste artigo? Deixe seu comentário abaixo. Dúvidas, críticas ou sugestões são bem vindas.

 
Topo da Página